30 de nov de 2011

Doodle - Mark Twain




Mark Twain, humorista, escritor, e conferencista norte-americano, pseudônimo de Samuel Langhorne Clemens, primeiro grande escritor do oeste dos Estados Unidos que exerceu grande influência sobre todos os escritores que se esforçaram por "descobrir a América" através de suas paisagens, das peculiaridades de seu povo e de seu folclore.

Clemens passou a infância às margens do rio Mississipi. Perdeu o pai aos 12 anos quando começou a trabalhar para ajudar nas despesas de casa. Foi entregador, escriturário e ajudante. Aos 13 anos tornou-se aprendiz de tipografia, e depois, trabalhando como impressor, viajou por diversos estados. Aprendeu navegação no rio Mississipi tornando-se piloto fluvial. Nessa época começou a escrever textos de humor e adotou o pseudônimo de Mark Twain, termo usado pelos barqueiros, que significa "duas marcas" na verificação da profundidade dos rios.

Depois participou da Guerra Civil, como confederado. Após o conflito, foi para o Oeste (Nevada) onde viveu com seu irmão. Passou a escrever para o jornal da cidade de Virginia. Foi jornalista e conquistou o público com o conto "A célebre rã saltadora do Condado de Calaveras", publicado em 1865. Dois anos depois, Twain visitou a França, a Itália e a Palestina, recolhendo material para o seu livro "The Innocents Abroad" (1869), que estabeleceu a sua reputação de humorista. Twain se casou com Olívia Langdon em 1870 e se fixou em Hartford, Connecticut.

Dois anos mais tarde publicou "Roughing It", e em 1873 "The Gilded Age". Em 1876 saiu a primeira das suas grandes obras, "As aventuras de Tom Sawyer", romance baseado nas experiências da adolescência do autor no rio Mississipi. No livro seguinte, "A Tramp Abroad" (1880) o autor visitou a Europa, regressando com "Vida no Mississipi"(1883). A obra-prima da carreira literária de Twain, "As aventuras de Huckleberry Finn", foi publicada em 1884.

O livro, que parecia só uma obra para jovens, constituía na realidade uma fábula da América que se urbanizava e industrializava enfrentando o sonho de uma vida na liberdade da natureza. "Huck" representava muitas das aspirações da sociedade americana, com as quais o público facilmente se identificou. O romance estabeleceu definitivamente Twain como um dos grandes humoristas da literatura mundial. Outras obras do autor: "O Príncipe e o Mendigo", "Um ianque na corte do rei Artur" (1889), "A tragédia de Pudd'nhead Wilson"(1894) e "Joana D`Arc (1896).

A década de 1890 foi marcada por dificuldades financeiras e nos últimos anos a caricatura burlesca deu lugar a um pessimismo satírico. A dimensão irônica do mundo e em particular do sonho americano revelaram um retrato americano em toda a sua materialidade.

Fonte da pesquisa: educacao.uol.com.br

28 de nov de 2011

"Um excelente educador não e um ser humano perfeito, mas alguém que tem serenidade para se esvaziar e sensibilidade para aprender."
Augusto Cury*
Diferenças entre bons professores e professore fascinantes
  • Bons professores são eloqüentes, professores fascinantes conhecem o que está por detrás das palavras.
  • Bons professores possuem metodologia, professores fascinantes possuem sensibilidade.
  • Bons professores educam a inteligência lógica, professores fascinantes educam a emoção.
  • Bons professores usam a memória como deposito de informações, professores fascinantes usam-na como suporte da arte de pensar.
  • Bons professores são mestres temporários, professores fascinantes são mestres inesquecíveis.
  • Bons professores corrigem comportamentos, professores fascinantes ajudam a resolver conflitos em sala de aula.
  • Bons professores educam para uma profissão, professores fascinantes educam para a vida.

Augusto Cury

8 de nov de 2011

II Conferência Municipal de Políticas Públicas de Juventude

Aconteceu no dia 14 de outubro, no Jardim Social Clube, a II Conferência  Municipal de Políticas Públicas de Juventude com o objetivo de fortalecer, junto à sociedade e aos poderes públicos, o conceito de juventude como um segmento populacional que possui demandas, direitos e necessidades específicas em relação ao conjunto da população, como a ideia de que a garantia desses direitos requer políticas e investimentos públicos dirigidos.

O evento contou com a participação dos órgãos  governamentais do município, sindicatos, e representantes das escolas estaduais e municipais e foi organizado por Valéria Temóteo e Sinoel Soares da Secretaria Municipal de Cultura.


O aluno da EEM Dr. Romão Sampaio, Jhonattas Alves Moreira, eleito delegado municipal, juntamente com outros (Beatriz Cavalcante, George Jefferson, Sinoel e Juciane) representaram nossa Jardim, e foi eleito Delegado Nacional na II Conferência Estadual de Juventude realizada pela Coordenadoria Especial de Políticas Públicas de Juventude do Gabinete do Governador (COJUV) que aconteceu em Fortaleza, no Hotel Vila Galé, nos dias 4, 5 e 6 de novembro.

A conferência teve como tema central “Juventude e Desenvolvimento” que será o elemento conceitual para a construção do Sistema Estadual de Políticas Públicas de Juventude (Estatuto Estadual da Juventude)

O objetivo da Conferência foi unificar as propostas levantadas  nas etapas municipais territoriais com o intuito de elaborar diretrizes para a construção da política estadual de juventude.

O resumo das propostas discutidas em todas as etapas será encaminhado para a II Conferência Nacional de Juventude que acontecerá em Brasília nos dias 09 a 12 de dezembro. Onde Jhonattas, pelo empenho, competência e determinação, com certeza terá uma boa participação.


7 de nov de 2011

Doodle do Google para Marie Cure


Seguindo a já tradicional maneira de homenagear fatos e pessoas históricas, O Google , nesta segunda feira 07/11/2011, presta homenagem ao 144º aniversário de Marie Cure , primeira mulher a ganhar o Prêmio Nobel da História.

Marie Cure nasceu na Polonia com o nome de Maria Skodowska Curie(18867 – 1934). Um dos nomes mais importantes da ciência juntamente com seu marido, o professor de física Pierre Curie.


Ela ganhou o prêmio Nobel em 1903, inclusive foi a primeira mulher a conseguir esta façanha. Esse mérito foi em virtude de seus estudos sobre radioatividade, em 1911 recebeu outro prêmio pela descoberta dos elementos Polônio e Rádio.
Marie Curie conseguiu se destacar como pesquisadora numa época em que as universidades eram de domínio masculino, foi a partir do seu trabalho que surgiu um enorme interesse pelos fenômenos radioativos e foi nessa época também que começaram a se desenvolver de fato.
O trabalho não foi fácil: o local de trabalho de Marie Curie era um laboratório improvisado em um galpão, cujo telhado tinha goteiras e o chão era terra pura, com instrumentos antigos, sem nenhuma sofisticação. Mas nem por isso as pesquisas desta cientista fracassaram, pelo contrário, levaram a identificação de três diferentes tipos de emissão radioativa - mais tarde chamados de alfa, beta e gama. Foi ela também que criou o termo radioatividade.
Marie Curie faleceu em 1934, depois de muitos problemas de saúde, provavelmente em razão da contínua exposição à radiação. Mas com certeza sua vida não foi em vão, graças a ela hoje a radioatividade é usada amplamente: uso na radioterapia, raios x, radiação de alimentos (para conservá-los), dentre muitas outras utilidades. Inclusive as doses de radiação utilizadas em tratamentos são chamadas de micro-curies.

O elemento de número atômico 96 da tabela periódica, de símbolo Cm, foi nomeado de Curio em homenagem a Marie e Pierre Curie. Essa brilhante cientista deixou uma frase: “Nada na vida é para ser temido. É tudo para ser somente entendido”.


Fonte: Brasil Escola